Meteorito de Cuba visto do espaço

No início da tarde, na sexta-feira, 1 de fevereiro, surgiram na internet relatos de um ou mais estrondos na província cubana de Pinar del Río, que quebraram janelas e foram acompanhados por um rastro de fumaça no céu.
 
O meteorito proporcionou um impressionante show de luzes e este evento foi capturado por inúmeras câmeras terrestres. 
 
meteorito
 
Ele também foi visto do espaço. Em um post no blog dos cientistas do Instituto Cooperativo de Estudos Meteorológicos por Satélite, os cientistas mostraram uma série de imagens e dados do evento, incluindo a imagem abaixo.
 
meteorito
 
As imagens foram capturadas pelo satélite GOES-16 da NOAA. Uma das imagens indica que os pixels azuis escuros se movem em direção ao nordeste, a assinatura de uma nuvem de detritos flutuando na atmosfera depois que o meteoro explodiu. 
 
Além disso, observando cuidadosamente, a imagem revela uma sombra aparentemente lançada pela nuvem de detritos.
 
Enquanto isso, cientistas do Centro de Pesquisa e Transição de Previsão de Curto Prazo da Nasa (SPoRT) relataram sinais do flash de meteoros em uma imagem adquirida pelo Geostationary Lightning Mapper (GLM). 
 
O flash de meteoros aparece nesta imagem como pixels azuis sobre Cuba.
 
O meteoro era notavelmente menor do que a rocha que explodiu em fevereiro de 2013 sobre Chelyabinsk, na Rússia. 
 
Esse evento injetou centenas de toneladas de poeira na estratosfera e preparou o terreno para que os cientistas estudassem diretamente a evolução de longo prazo da pluma na atmosfera da Terra.
 
Fonte: Tech Explorist 
 

Nenhum comentário